quarta-feira, 20 de fevereiro de 2008

E viva o chocolate!!!

Delicioso, tentador e saudável

Dom, 25 Nov, 11h05 Por Beatriz Rojo Polo (EFE)

O chocolate é sempre delicioso, tentador, afrodisíaco e estimulante. Apesar de ser perseguido por uma desmerecida fama de muito calórico, estudos recentes demonstram que os triptófanos presentes em seus ingredientes agem como os mais fortes antidepressivos do mercado. Quem nunca "descontou" no chocolate um relacionamento frustrado? Não se trata de simples gula ou ansiedade. Estudos recentes asseguram que há uma explicação química e biológica para este comportamento.
São muitas as histórias sobre as propriedades do cacau. Os índios se referiam a ele como "o alimento que faz sorrir", e muito se falou de suas características peculiares, além da fama de engordar, estimular o surgimento de espinhas, e de seus componentes estimulantes, que o transformam em um poderoso afrodisíaco.
No entanto, poucos sabem que este famoso alimento possui, além disso, propriedades de cura.
Devido a seu delicioso sabor, o alimento conquistou os paladares de meio mundo. O amante do chocolate associa o alimento com o mais próximo ao êxtase.

Mais de 600 substâncias químicas

Rei das sobremesas, os chefs o incluem cada vez mais na elaboração de primeiros e segundos pratos, pois seu sabor combina tanto com pratos doces como salgados.
No entanto, até agora o consumo do chocolate acontecia apenas por prazer, para enriquecer o paladar, graças ao sabor tão delicado do alimento. Porém, sabe-se hoje que o chocolate possui 600 substâncias químicas, das quais, grande parte possui propriedades de cura, mesmo que pareça assombroso que o chocolate possa servir para ajudar o sistema imunológico.
Estas propriedades mágicas são possíveis porque o cacau possui um alto índice de flavonoide, substância também presente no vinho.
Mas não apenas o flavonoide é bom para nosso organismo. O cacau também contém ferro, magnésio, cálcio, potássio, riboflavina, cafeína, fósforo, teobromina e taninos, substâncias que atuam como antioxidantes naturais.

Afrodisíaco e antidepressivo

Os altos níveis de cafeína, vitamina E e tiamina o transformam ainda num alimento revigorante e energético, por isso as pessoas que abatidas ou apáticas verão como, após ingerir chocolate, estarão mais predispostas a se locomover e a realizar atividades.
A lenda do chocolate como afrodisíaco não é nenhuma invenção, pois ele provoca a secreção de um hormônio que produz uma sensação de prazer muito similar à que se experimenta com o sexo.
O alimento natural não somente sensibiliza e sacia os desejos sexuais, mas tem a capacidade de alegrar e tranqüilizar.
O chocolate é um poderoso antidepressivo natural, muito mais eficaz do que os elaborados de maneira química.
Quando ingerido, o chocolate produz no organismo um aumento da insulina, o que faz com que todos os aminoácidos do sangue vão para os músculos, exceto o triptófano, que se dirige ao cérebro.
Uma vez no cérebro, o triptófano se transforma em serotonina, um neurotransmissor implicado no estado anímico, o que provoca uma sensação prazerosa e de tranqüilidade.
Por este motivo, muitos ginecologistas e psicólogos aconselham a seus pacientes que durante períodos como a menopausa ou a tensão pré-menstrual aumentem o consumo de chocolate e carboidratos, para diminuir a sensação de tristeza.
Além disso, o triptófano presente no chocolate pode servir como complemento para a cura de depressões leves, insônia ou dor.
Por outra parte, estão sendo realizados experimentos para conseguir melhorar os tratamentos das pessoas agressivas por meio da ingestão de chocolate, porque é a falta de serotonina que provoca a ira no ser humano.

Um comentário:

martha barbosa disse...

Adorei teu blog, é lindo, muito bacana mesmo, vou voltar mais vezes. ..E viva o chocolate. meu blog é marthacorreaonline.blogspot.com