domingo, 31 de outubro de 2010

VISÃO

VER ESSE DOCE SEMBLANTE,
MESMO QUANDO NÃO SE ESPERA...
QUANDO O QUE SE QUER É SÓ UM SINAL...
UMA CERTEZA DE SE ESTAR CAMINHANDO
NA ESTRADA QUE LEVA À LUZ...
QUANDO O ESPÍRITO PROFUNDAMENTE CHORA,
CONFUSO, DIANTE DE TANTAS
SITUAÇÕES ADVERSAS.
DE TANTAS EXIGÊNCIAS EXTERNAS
E JULGAMENTOS DE OUTREM.
QUANDO NOS RECOLHEMOS
EM REVERENTE SILÊNCIO,
OLHAMOS AOS CÉUS E DIZEMOS:
-Ó PAI CELESTIAL,
AMO-TEDE TODO O MEU CORAÇÃO,
DE TODA A MINHA ALMA,
DE TODA A MINHA MENTE
E COM TODAS AS MINHAS FORÇAS.
EM TI TUDO ESPERO,
POR TI MORRO TODOS OS DIAS E RENASÇO
PARA QUE VIVAS EM MIM.
QUANDO, COMO INDEFESA CRIANÇA
EM TEUS BRAÇOS NOS ENTREGAMOS
E NOS DEIXAMOS LEVAR E EMBALAR...
E ASSIM, DO NADA, DA ESCURIDÃO
QUE ABARCA MEUS OLHOS FECHADOS,
UM INFINITAMENTE PEQUENO
PONTO BRILHANTE.
AUMENTA, AUMENTA E VEM...
EXPLODE DENTRO DE MIM,
COMO SE FORA EM MEUS OLHOS E VEJO...
SERES ALVOS DE ALVAS VESTES
CAMINHAM JUNTOS E BALANÇAM
RAMOS DE VERDES INTENSOS E CLAROS.
E CAMINHANDO
DIMINUEM, DIMINUEM E NOVAMENTE
UM ÍNFIMO PONTO BRILHANTE SÃO.
ESSE PONTO BRILHANTE...
AUMENTA, AUMENTA E VEM...
VELOZMENTE ESSE BRILHO QUE É LUZ,
BRANCA-LUZ,
DE MEU SER TOMA CONTA E VEJO...
DOCE FACE, TERNA, AMOROSA...
INFINITA PAZ SE ESPALHA
POR DENTRO E EM REDOR DE MIM,
COMO ESTIVESSE EU FLUTUANDO EM LAGO;
MAR; OCEANO DE LUZ E DE AMOR.
ME SINTO QUEIMAR, COMO SE EM MEIO
AO FOGO ESTIVESSE,
CALOR INTENSO, AGRADÁVEL,
UM QUEIMAR QUE ACRESCENTA E ACARICIA...
E ASSIM ABSTRAIR-ME À EXISTÊNCIA
DO TEMPO E DO ESPAÇO
A CONTEMPLAR A PLENITUDE DA ETERNIDADE.
INTEGRANDO-ME A ESSE UNIVERSO,
D'ONDE SOMOS TODOS NASCIDOS
DE UM MESMO PRINCÍPIO, ÚNICO, UNO.
DESSA DIVINA ESSÊNCIA.
COMPREENDO NA SUA MAIS AMPLA CONCEPÇÃO
O SIGNIFICADO DE SERMOS TODOS IRMÃOS.
E QUANDO SINTO
O MAIS INFINITO AMOR PENETRAR
EM MEU SER, FLUIR E IRRADIAR
EM VIBRAÇÕES FULGURANTES...
ESSA DOCE FACE,
TERNA E AMOROSA SE DESPEDE,
COMO QUE A ESPERAR
UM ENCONTRO FUTURO.
ENVOLTA NESSE BRILHO-LUZ,
VELOZMENTE FAZ SEU CAMINHO DE VOLTA...
E O PONTO BRILHANTE,
INFINITAMENTE PEQUENO,
DIMINUE, DIMINUE E SOME...
AGORA É O NADA,
A ESCURIDÃO
QUE ABARCA MEUS OLHOS FECHADOS.
POR UM TEMPO NÃO DURMO,
TENTANDO ENTENDER...
POR FIM, ADORMEÇO,
ENLEVADA DE UM SUAVE
SENTIMENTO DE PAZ. ...

CREIA... SINTA... SAIBA... "

CRISTO É REAL".

***Dulceny z
      3/10/98

(DA VISÃO VIVENCIADA EM 16/07/95)

3 comentários:

Zilda Santiago disse...

Bela imagem,belo texto!!Parabéns amiga.Beijos no coração.

Luísa N. disse...

Dulceny, estou passando por aqui prá lhe deixar um abraço e votos de um Feliz 2011!!!

Leandro Ruiz disse...

...Estou passando, para trazer uma pequena reflexão, e desejar-te uma maravilhosa semana...

"Não interrompa uma pessoa que lhe conta algo que você já sabe. Uma história nunca é contada duas vezes da mesma maneira e é sempre bom ter mais uma versão.""
[Golbery do Couto e Silva]


Paz e bem:

Leandro Ruiz